Close

FAKE NEWS NO FACEBOOK

A revista Brazilian Journalism Review acaba de publicar um número especial sobre Fake News no jornalismo. Como resultado do seu pós-doc na UBI, a Maíra Bittencourt, juntamente comigo e com o Marco Andrade, publica o texto “Conteúdo virais no Facebook: estudo de caso na pré-campanha das eleições presidenciais brasileiras de 2018”

O JORNALISMO NO BRASIL EM 2017

Eis um interessante relatório produzido pela Farol Jornalismo para a Abraji, associação brasileira de jornalismo investigativo. Os jornalistas e investigadores brasileiros fizeram uma antevisão do que poderia acontecer nesta área profissional no ano de 2017. Uma ideia que poderia ser replicada em Portugal.

ASSINATURAS DIGITAIS CONTINUAM A CRESCER

Segundo a APCT (Associação Portuguesa de Controlo de Tiragens), até ao final de agosto as assinaturas digitais da imprensa portuguesa cresceram 67,6 por cento. Nos jornais diários o Público lidera com 12.766 assinaturas, seguido do JN (3.184) e do DN (1.346). Entre os semanários o Expresso é o primeiro com 16.748 assinantes, a Visão tem…

PRÉMIO PERIODISMO GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ 2015

Já são conhecidos os vencedores dos prémios de jornalismo Gabriel García Márquez 2015. Tendo participado no júri internacional do prémio inovação, é como enorme prazer que vejo um dos projectos a quem atribuí a nota máxima acabar por ser o vencedor: Chequeado é uma proposta inovadora que procura oferecer informação fiável que favoreça o debate…

NOVO LIVRO SOBRE WEBJORNALISMO

Acaba de ser lançada mais uma obra sobre webjornalismo. O livro tem sete capítulos escritos por sete autores de sete diferentes países, cada um dos quais aborda uma das sete caraterísticas do jornalismo na Web: Hipertextualidade (João Canavilhas), Multimedialidade (Ramón Salaverría), Interatividade (Alejandro Rost), Memória (Marcos Palacios) instantaneidade (Paul Bradshaw), Personalização (Mirko Lorenz) e Ubiquidade…

THE GREAT TABLET DEBATE

As vendas de dispositivos móveis continuam a crescer: de acordo com a Gartner, em 2013 serão vendidos 1.2 mil milhões de aparelhos deste género. Embora sejam os smartphones a liderar as vendas, os tablets apresentam já números que rivalizam com as vendas de PCs, prevendo-se que ainda este ano passem mesmo a vender-se mais tablets…